Uma atitude positiva

A sexualidade e o comportamento sexual são temas sensíveis. Fazem parte das nossas vidas privadas. Quando uma mulher pergunta pela pílula do dia seguinte, está a revelar que teve uma relação sexual e que o companheiro não utilizou preservativo, ou teve um problema com o seu método contracetivo.
Quando o tema é a contraceção de emergência, alguns farmacêuticos podem  confrontar-se com os seus próprios preconceitos. É importante recordar que os casais e as pessoas individuais têm o direito de decidir livre e responsavelmente o momento e o  número dos seus filhos1. As mulheres que procuram uma pílula do dia seguinte têm um comportamento responsável ao tomar medidas para evitar uma gravidez não planeada. Necessitam um contacto calmo. Tratar todas as mulheres deste modo é sempre uma boa prática, nomeadamente quando algumas mulheres podem ter sido alvo de coação para ter uma relação sexual (embora não revelando necessariamente este facto, ou não de modo claro e direto).

HRA-Paharmacie-Situations-368 (1280x853)

 

Pode acontecer a qualquer um
  • Durante a vida fértil de uma mulher, esquecimentos ocasionais na proteção contracetiva não são anormais.
  • O amor (e ou sexo) é imprevisível, mas temos a responsabilidade de tratar os factos imprevistos com sensibilidade.
  • O comportamento humano é complexo e, às vezes, imprevisível.
  • Se tem uma relação sexual, necessita uma contraceção fiável – incluindo uma pílula do dia seguinte (seguindo o Protocolo de Dispensa Exclusiva em Farmácia).
  • As mulheres podem interromper a sua contraceção de uso regular por numerosos motivos, incluindo porque não têm um companheiro estável.